jusbrasil.com.br
19 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Professor Germano Machado faz visita de cortesia ao TCE

    Na segunda-feira, dia 29 de outubro, pela manhã, o professor Germano Machado, fundador do Centro de Estudos, Pensamento e Ação (Cepa), fez uma visita de cortesia à Presidência do TCE da Bahia, em agradecimento à Moção de Congratulações proposta pelo conselheiro França Teixeira e aprovada pela Casa. O conselheiro presidente Zilton Rocha disse que teve grande prazer em receber Germano Machado e conhecê-lo pessoalmente. "Ele trouxe, inclusive, dois livros, um de sua autoria e outro de um dos membros do Cepa. Trouxe também um exemplar de cada para a nossa Biblioteca" , ressaltou.

    E acrescentou: "Sem dúvida, Germano Machado é uma pessoa que é referência como estudioso, como um abnegado que sempre procurou estimular o estudo e o debate da Filosofia em todas as suas formas. Ele me disse que o Cepa é uma entidade totalmente apartidária, arreligiosa. Lá, o que interessa é as pessoas quererem se congregar para discutir, para cuidar do intelecto, das relações entre as pessoas, pensar soluções para o mundo. Ele demonstrou ser uma pessoa muito tranquila, muito preocupada, apesar de seus 86 anos, com a discussão dos grandes problemas da Humanidade", explicou o presidente.

    De acordo com o site www.cepabrasilba.org.br, o Centro de Estudos, Pensamento e Ação foi fundado no dia 13 de junho de 1951, iniciou suas atividades culturais e, 61 anos depois, continua sua missão de promover a cultura na Bahia. Entre suas ações, se destacam atividades filosóficas, teológicas, literárias, artísticas e de cunho educativo-cultural.

    A Moção de Congratulações para o professor Germano Machado foi aprovada, à unanimidade, pelo Tribunal de Contas do Estado, proposta pelo conselheiro França Teixeira, em razão do lançamento do livro Tempo e Outros Tempos Decorridos. "Germano Machado é um professor, um educador, um homem humilde, simples, que há séculos batalha pelo Centro de Estudos, Pensamento e Ação, o Cepa".

    O conselheiro França Teixeira contou que o evento teve uma programação cultural, sessão de autógrafos e posse da nova diretoria. "A entidade fez, ainda, entrega de títulos a cepistas, pessoas e grupos de destaque do cenário cultural, educacional baiano. A nova gestão do Cepa fez o lançamento do projeto Eu Sou Cepista e Amigos do Cepa, que é um programa de parceria com a finalidade de angariar recursos para a manutenção da instituição que não pode acabar, pura e simplesmente, com o desaparecimento de Germano Machado".

    A obra do Prof. Germano Machado é de tal profundidade, o Cepa, que não pode desaparecer se um dia Germano vier a desaparecer. Que fique claro, claríssimo, o presente de nós todos. Eu não diria nem o futuro, quando não me refiro ao passado. Falo ao presente -, afirmou o Cons. França.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)